Rodolpho Lindemann

 

Rodolpho Frederico Francisco Lindemann nasceu na Alemanha, em 1852. Emigrou para o Brasil, em data desconhecida, e aportuguesou seu nome, como era comum, na época. Sabe-se que já trabalhava como fotógrafo, no Brasil, em fins dos anos 1870, junto com Alfredo Ducasble.

Em 1882, foi contratado por Guilherme Gaensly, como assistente. Posteriormente, tornou-se seu sócio e casou-se com Alaine, em 1888, irmã de Gaensly, nascida na Bahia.

Em 1889, Lindemann participou como expositor na Exposição Universal de Paris. Cerca de 1894, Gaensly & Lindemann abriram uma filial em São Paulo. Posteriormente, Gaensly terminou a sociedade com Lindemann e se estabeleceu na capital paulista.

Acredita-se que Lindemann trabalhou em seu atelier de Salvador, até o início do século 20, quando suas fotografias eram fartamente utilizadas em publicações no Brasil. Sabe-se, entretanto, que, em 1909, a Photografia Lindemann era de propriedade de José Dias da Costa.

De acordo com o jornalista Nelson Cadena, um incêndio, em 1920, destruiu grande parte do acervo fotográfico da Photo Lindemann, com sede na Piedade, na época.

Não se conhece a data da morte deste importante fotógrafo. Mais: Fotografia na Bahia no século 19

 

Nesta fotografia, anterior a 1920, vê-se o antigo prédio da Photographia Lindemann, ao fundo, onde foi construído o prédio A Tarde, na Praça Castro Alves.

 

Praça Riachuelo por volta de 1885.

 

Fotografia

 

Merces antiga

 

Foto Lindemann

 

Acima, a Rua de São Pedro, foto Lindemann.

 

A entrada das Mercês vista da Aclamação, no final do século 19.

 

Cais das Amarras, cerca de 1885.

 

Rudolf Lindemann

 

Praça Riachuelo

 

Salvador Antiga

 

São Pedro

 

Cais Amarras

 

Salvador Antiga

 

Copyright © Guia Geográfico - Biografias de fotógrafos históricos, Rodolfo Linderman.

 

 

 

 

 

Rodolpho Lindemann